Revista Terrae Didática

A Revista Terræ Didatica, editada no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra PEHCT, é importante instrumento de divulgação nacional e internacional de atividades do programa, embora nos últimos anos, mais de 75% dos artigos publicados pela revista tenham sido produzidos por autores externos à Unicamp. Isso quer dizer que a revista tornou-se veículo de comunicação de toda a comunidade e não se limita a difundir a produção de docentes e alunos. A média de acessos da versão eletrônica gira em torno de 30 visitas diárias, com cerca de 60 a 65 páginas vistas por dia. O Brasil é o principal ponto de partida dos acessos, mas vale destacar a presença constante de servidores portugueses nas listas de acesso. O download de arquivos ocorre em nível elevado, com tendência de alta: são centenas de arquivos PDF baixados mensalmente desde que a revista foi inaugurada; convém lembrar que é colocada on-line desde o primeiro número. O público de Terræ Didatica é amplo na medida em que engloba não apenas pesquisadores e docentes universitários, mas todos os professores ligados a disciplinas de Ciências Naturais e Geografia do ensino básico, além de estudantes e outros interessados em Ciências da Terra. Além disso, Terræ Didatica mantém a versão impressa que é regularmente distribuída a um conjunto de bibliotecas institucionais de órgãos públicos.

No quadro internacional de periódicos de Ensino de Geociências, o marco é o Journal of Geoscience Education (a mais tradicional revista da área com cerca de 60 anos de existência). Provavelmente, logo em seguida, o periódico Enseñanza de las Ciencias de la Tierra (publicado na Espanha pela Associación Española de Profesores de Ciencias de la Tierra), com mais de 25 anos de existência, caracteriza-se pela circulação e influência nos países ibero-americanos. Atualmente a única revista publicada em língua portuguesa (Terræ Didatica) deve se tornar o marco para todos a Comunidade de Paises Lusófonos. È mantida desde sua criação em versão eletrônica e uma versão impressa em papel; o acesso pela internet representa a principal possibilidade de aumento de sua penetração. Consciente da missão, em 2010, Terræ Didatica mudou a frequência das edições: a periodicidade dos primeiros 5 volumes foi anual; a partir do sexto volume ganhou periodicidade semestral e desde 2014 publica três números por ano.

Revista Terræ Didatica