– Área Ambiental:

Estudo de desastres ambientais, problemas relacionados à poluição, relatórios de prevenção e remediação de impactos ambiental, avaliação de anomalias geoquímicas em sedimento de fundo, água e solo e possíveis associações com problemas de saúde pública, estudo visando a prevenção e remediação dos impactos ambientais causados pela atividade antrópica, etc.

– Mapeamento:

Visa levantar dados sobre determinado terreno a ser mapeado. Entre tais dados incluem-se a composição das rochas, níveis de poluição, mapeamento geológico metalogenético, etc.

– Hidrogeologia:

Estudos e análises com água subterrânea, compreendendo os processos de acumulação, infiltração e fluxo subterrâneo, além do planejamento e exploração auto-sustentada.

– Geotecnologias:

Utilização de sistemas de geoinformações, como GPS, GIS, sensoriamento remoto, fotogrametria, levantamentos aéreos, cartografia, etc. Realiza-se o processamento e análise (ou interpretação) de dados ou informações espacialmente referenciadas.

– Estudos Urbanos:

Análise da estruturação e funcionamento de áreas urbanas, incluindo estudos sobre poluição, ocupação desordenada, áreas de risco, análise de redes e fluxos, entre outras.

OBS.: Todos os projetos serão submetidos à análise de viabilidade, tanto financeira quanto técnica.